Bibliotecas Escolares de Matosinhos

A poética odicental.jpg    
TÍTULO/RESP.:

A poética ocidental : tradição e inovação / Lubomír Dolezel; pref. Carlos Reis

; trad. Vivina de Campos Figueiredo

AUTOR(ES):

Dolezel, LubomírReis, Carlos, 1950-, pref.Figueiredo, Viviana de Campos, trad.

PUBLICAÇÃO:

Lisboa: Fundação Calouste Gilbenkian, 1990

DESC.FÍSICA:

341 p. ; 29 cm

COLECÇÃO:

Manuais universitários

ISBN:

972-31-0507-1

NOTAS:

A poética estrutural do séc. XX teve origem nas ideias radicais do Formalismo Russo. Como qualquer movimento de vanguarda, o Formalismo definiu os seus pressupostos e postulados em oposição à tradição precedente. Através do tempo em que se foi desenvolvendo, a poética estrutural preservou sempre o seu caráter vanguardista, desafiando a instituição literária e crítica e associando-se intimamente a tendências inovadoras nos campos da arte, da ciência e do saber de um modo geral. É sinal de maturidade quando uma disciplina ou um sistema de pensamento olha para o seu passado numa atitude positiva. A poética estrutural já atingiu este ponto e começou a descobrir a sua história e pré--história. Digressões pelo passado como as que fizeram Gérard Genette (1976; 1979) e Tzvetan Todorov (1977) são tudo menos viagens sentimentais. Eles propuseram-se descobrir problemas contemporâneos em cenários passados. Reconstituindo a interação ideológica, os conflitos e problemas existentes no passado, o historiador ajuda-nos a situar as ideias contemporâneas num quadro de referência multidimensional, evidenciando assim muitos aspetos dessas ideias, que de outro modo passariam despercebidos(...)

ASSUNTOS:

Estudos literáriosLiteratura ocidental -- Estudos literários -- Poesia

CDU:

82-1; 82.09

DATA PUB.:

1990

Monografias  
COTASIGLACÓDIGO BARRASNÚMERO INVENTÀRIOOBS.ESTADO
82.09 DOL POEESPL|Escola Básica e Secundária do Padrão da Légua30070001141911419 Livre